sexta-feira, 3 de novembro de 2017

CCAH "estranha" abandono da SATA

A Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo (CCAH) "estranha" o facto da companhia área açoriana SATA ter vindo progressivamente a desinvestir na ilha Terceira, retirando as rotas rumo ao Porto e também a Madrid.

"Estranhamos, pelo facto de sabermos que Madrid é uma operação rentável para a própria companhia. Estranhamos este caminho que a SATA está a seguir de sair da Terceira", considerou Sandro Paim, em declarações prestadas ao DI.

Sandro Paim avançou que a Associação Regional de Turismo (ART) está em vias de conseguir reatar a ligação entre Terceira e Madrid, com um novo operador, e atribuiu o "atraso" que agora se verifica à desistência da SATA.

"Percebemos as dificuldades com que a SATA se debate, quer em termos de falta de aparelhos, como em termos financeiros. É uma realidade que não nos pode passar ao lado. Também entendemos que estamos num mercado liberalizado e que esta foi uma decisão que a companhia pode tomar. Porém, sabemos também que, ao invés de muitas outras operações que a SATA tem, que dão prejuízo e ainda não vemos canceladas, esta era uma rota rentável e estratégica para a ilha Terceira", afirmou.

Entretanto, os deputados do PSD/Açores eleitos pela Terceira questionaram o Governo Regional sobre o anúncio da SATA de terminar com a ligação Terceira/Madrid, considerando que o executivo "não cumpre com a anunciada redução da sazonalidade das nossas ligações aéreas do exterior, permitindo à SATA a tomada de decisões unilaterais, sem pensar nos terceirenses".


Fonte: Diário Insular


Sem comentários:

Publicar um comentário