terça-feira, 19 de setembro de 2017

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Formação para Profissionais: CAM Categoria C ou D (35h) - Ilha São Jorge



Formação para Profissionais | Segundo Semestre 2017

Inscrições abertas até à data limite de 29 de Setembro para Formação CAM Categoria C ou D (35h) na Ilha São Jorge.

Mais informações e inscrições através do link:


quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Moody`s melhora perspetiva sobre a dívida dos Açores

A Moody's mantém a notação de não investimento atribuída aos Açores ('Ba2', o segundo nível de lixo) e à Madeira (em 'B1', o quarto patamar de lixo).

A revisão da perspetiva de estável para positiva acontece depois de a agência de notação financeira ter melhorado o 'outlook' do rating atribuído à dívida soberana portuguesa, na passada sexta-feira, e "reflete a diminuição da pressão" sobre as regiões autónomas. 

Para a Moody's, a base de receita fiscal das duas regiões autónomas vai aumentar à medida que as perspetivas de crescimento económico do país no médio prazo melhoram, o que vai "resultar em mais transferências" para os dois governos regionais. 

"Estes elementos vão apoiar os esforços das regiões para rebalançar os seus orçamentos e, dessa forma, e assim reduzir as suas necessidades de endividamento", afirma a agência.


Fonte: Lusa


quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Negócio de alojamento local faz disparar a construção civil na Terceira

Mercado da habitação, com a renovação urbana para a habitação temporária, é o grande responsável por este incremento na atividade.

A construção civil voltou a registar um crescimento na ilha Terceira.

Os motivos estão relacionados com o aumento do turismo, a maior facilidade em aceder ao crédito e o crescimento exponencial do restauro de habitações para alojamento local.



Fonte: Telejornal RTP/Açores


segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Açores e Canárias vão potenciar sinergias nas rotas aéreas e marítimas

Açores e Canárias assinaram hoje um memorando de entendimento, no qual, entre outras ações, se comprometem a avaliar possibilidades que potenciem sinergias em rotas aéreas e marítimas entre os dois arquipélagos e África, Europa e América. 

O memorando de entendimento foi assinado pelos presidentes do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, e da comunidade autónoma das Canárias, Fernando Clavijo Batle, que está desde domingo a visitar a ilha de São Miguel.

Os dois governos comprometem-se a avaliar as condições necessárias e possibilidades disponíveis para uma maior articulação em termos de sistemas de transportes, com o objetivo de impulsionar a complementaridade entre os respetivos setores do turismo, bem como promover a exportação de bens das duas regiões e as rotas aéreas e marítimas.

Após a assinatura do documento, no Palácio de Santana, em Ponta Delgada, Fernando Clavijo Batle salientou que os dois arquipélagos "coincidem em objetivos", frisando que foi assinado "um ambicioso plano de trabalho".

No caso dos transportes aéreos, o governante disse que a companhia aérea das Canárias Binter e a SATA, transportadora aérea açoriana, podem potenciar sinergias.

"O objetivo é que tem de ser rentável para as companhias e, paralelamente, vamos também trabalhar para poder propiciar o tráfego de mercadorias. Estamos a falar de conectividade de tráfego de passageiros e mercadorias entre os dois arquipélagos”, sustentou.

O presidente do Governo das Canárias referiu-se, por exemplo, ao facto dos Açores terem voos diários para Boston, nos Estados Unidos da América, e Toronto, no Canadá, e as Canárias terem “mais de 55 voos semanais com África Ocidental", pelo que considerou que se podem "unir esforços para melhorar a conectividade".

O chefe do executivo açoriano acrescentou que "há um potencial que pode e dever ser trabalhado ao nível das relações comerciais" entre os Açores e as Canárias, mas tal "não se faz apenas com a vontade política".Notando que a SATA e a Binter "têm já acordos", Vasco Cordeiro adiantou que, “se do ponto de vista comercial e do ponto de vista empresarial essas forem operações que fazem sentido e que satisfazem o interesse de ambas as companhias, naturalmente” que do ponto de vista político se apoia esta iniciativa.

Vasco Cordeiro destacou a importância da visita do seu homólogo das Canárias, considerando que "acaba, também, por reforçar a posição política de ambas as regiões no espaço da Macaronésica e da União Europeia".

No memorando foi identificado interesse recíproco em aprofundar as relações bilaterais em áreas como a Investigação, Desenvolvimento e Inovação, a criação do Atlantic Internacional Research Center - AIR Center, as energias renováveis, a adaptação às alterações climáticas, a Política Marítima Integrada da União Europeia e a mobilidade jovem, entre outras.

O documento prevê, igualmente, o fortalecimento da cooperação conjunta no quadro da participação em organismos de cooperação inter-regional, designadamente da Conferência de Presidentes das Regiões Ultraperiféricas e da Conferência das Regiões Periféricas Marítimas da União Europeia.

Ficou ainda acordada a realização de um novo encontro Açores e Canárias em 2019.


Fonte: Lusa / AO Online


Fajã dos Cubres, em São Jorge, eleita Aldeias de Mar

As aldeias de Dornes, Sistelo, Fajã dos Cubres, Piódão, Castelo Rodrigo, Monsaraz e Rio de Onor foram as vencedoras do concurso Sete Maravilhas de Portugal. 

Depois de o público votar nas 14 finalistas (duas por cada categoria), a organização da iniciativa revelou, numa cerimónia no Piódão, no concelho de Arganil (distrito de Coimbra), transmitida pela RTP, as sete vencedoras: Dornes na categoria de Aldeias Ribeirinhas, Sistelo de Aldeias Rurais, Fajã dos Cubres de Aldeias de Mar, Piódão na categoria de Aldeias Remotas, Castelo Rodrigo de Aldeias Autênticas, Monsaraz na rúbrica de Aldeias Monumento e Rio de Onor de Aldeias em Áreas Protegidas.

A edição das Sete Maravilhas dedicada às aldeias portuguesas tem como objetivo promover o património histórico, natural e gastronómico.

“Esta eleição foi um sucesso, com níveis de participação históricos. As aldeias têm futuro e muitas oportunidades, não vamos mais largar as nossas aldeias, com outras iniciativas no futuro. E agora vamos continuar com a nossa missão de promover os grandes valores da identidade nacional. As Sete Maravilhas vão voltar em breve com mais temas que puxam pelos territórios e pelas nossas gentes”, referiu o presidente da organização, Luis Segadães, na cerimónia, que teve início no domingo à noite.


Fonte: Lusa / AO Online


sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Nova Oferta de Emprego: Formador(a) em Área Mecânica (850 horas)


Mais uma oportunidade de Emprego na Ilha São Jorge!

Mais informações, registo e candidaturas em http://www.ccah.eu/bolsa/


Nova Oferta de Emprego: Formador(a) Professor(a) de Português e Francês (910 horas)



Oferta de Emprego na Ilha São Jorge!!!

Mais informações, registo e candidaturas em http://www.ccah.eu/bolsa/


Empresários da ilha Terceira pedem mais fiscalização em zonas turísticas

A Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo (CCAH) alertou hoje para a necessidade de intervenções de manutenção e maior fiscalização da oferta turística, para garantir a sustentabilidade do setor na ilha Terceira, nos Açores. 

“Considera a CCAH de extrema importância uma avaliação minuciosa das necessidades de investimento pelas diversas entidades, de modo a garantir a sustentabilidade deste crescimento”, adianta, em comunicado de imprensa, a associação empresarial.

Entre janeiro e junho de 2017, a ilha Terceira registou um crescimento de dormidas na hotelaria tradicional na ordem dos 10,4%, em comparação com o período homólogo, de acordo com dados do Serviço Regional de Estatística dos Açores (SREA), que indicam também um aumento da estada média e dos proveitos da hotelaria e da restauração.

A Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo diz estar satisfeita com o aumento do fluxo de turistas e com o impacto positivo na economia da ilha, em vários setores, mas considera necessário assegurar a sustentabilidade desse crescimento.

Os empresários alertam para a “degradação e falta de manutenção e vigilância de alguns locais de visitação e lazer da ilha" para "os parques de estacionamento que se encontram diariamente lotados nos diversos pontos turísticos" e para a "falta de fiscalização a toda oferta turística”.

Nesse sentido, a associação empresarial sugere a integração de um conjunto de propostas nos próximos orçamentos do Governo Regional e dos municípios da ilha, adiantando que está disponível para “fazer parte de grupos de trabalho, de modo a aprofundar estas prioridades e levar a cabo a sua execução a breve prazo”.

Os empresários defendem, ainda, o reforço da vigilância e o condicionamento de veículos às Furnas do Enxofre, alegando que “tem sido evidente, e cada vez mais frequente, o desrespeito pelos limites da zona de visitação, danificando um património natural único nos Açores”, bem como a criação de estruturas de apoio a visitantes e a cobrança de entradas no local.

Também a gruta do Algar do Carvão deve ser preservada, na opinião da CCAH, que propõe a criação de um centro de interpretação e a limitação de acessos em simultâneo.

Os empresários querem, igualmente, a criação de um centro interpretativo da presença militar na ilha, num 'bunker' abandonado na serra do Cume, bem como a realização de estudos sobre o impacto da visitação dos trilhos pedestres e a criação de mais cinco trilhos oficiais até à próxima época alta.

A associação empresarial recomenda, também, a implementação de novas áreas marinhas protegidas, uma maior fiscalização do Parque Arqueológico Subaquático de Angra do Heroísmo, e a requalificação e conservação de zonas balneares e pontos de visitação.


Fonte: Lusa / AO Online


Formação para Profissionais: Passo a Passo para Elaborar o Plano de Negócios da sua Empresa




Não deixe os seus negócios nas mãos do acaso! 

Trace o seu Plano e potencie o seu sucesso!!!

Mais informações e inscrições através do link: