quinta-feira, 4 de junho de 2015

Situação do turismo preocupante na Terceira

A Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo (CCAH) considera que a situação do turismo na Terceira é "preocupante" e defende a realização de, pelo menos, três voos charter semanais para a ilha, durante todo o ano, para alterar a situação.

Num comunicado emitido ontem, a CCAH refere que "os proveitos na Terceira apresentaram quebras consideráveis no primeiro trimestre deste ano, mesmo apesar do ligeiro aumento de dormidas nesse período, traduzindo a situação angustiante do setor hoteleiro da ilha, obrigado a uma constante baixa de preços para captação de clientes".

A CCAH adianta que, para além disso, se verifica, tanto na Terceira, como na Graciosa, "uma excessiva da dependência do mercado nacional devido à diminuição de turistas estrangeiros", bem como "uma discrepância cada vez maior entre os dados do turismo (número dormidas, taxa ocupação-cama e proveitos) na ilha de São Miguel, mesmo antes do início da operação low-cost, em relação às restantes oito ilha dos Açores".

Nesse sentido, a CCAH entende que é "fundamental uma política séria do Governo Regional dos Açores para captação de operação charter para a Terceira".

"Os indicadores reforçam a urgência de colocação de, pelo menos, três voos charter semanais a voar para a Terceira, anualmente. Só com estas operações a Terceira conseguirá mitigar o efeito de sazonalidade, aumentar a estadia média e garantir uma ocupação mais próxima dos mínimos necessários para a sustentabilidade do setor do turismo", salienta. 


Fonte: Diário Insular

Sem comentários:

Publicar um comentário